Páginas

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Santa Fé do Sul - A cidade do Sol


Oi gente!!!

Hoje vou mudar da água pro vinho! hummm... 

Sério, vai! Vou pular do Japão e Portugal para o Brasil-il-il! 
E não vou falar sobre São Paulo capital ou ABC (pelo menos não dessa vez!), afinal, a gente sempre fala de casa por último, não é? rs
Vou falar sobre SANTA FÉ DO SUL! Uma pequena cidade no interior de São Paulo, lá quase na divisa com o Mato Grosso do Sul, mais ou menos 6 horas de carro da capital. Tem uma população de praticamente 30 mil habitantes.

Em 2008, meu marido trabalhou no time da prefeitura de Santa Fé do Sul e depois que nos casamos eu também fui morar lá. Tudo o que vou falar aqui é referente àquela época, ok?! Não sei se a cidade ainda está assim como vou contar, afinal, já se passaram 4 anos. Mas não tem como falar no passado. Me desculpem se algo está diferente. 

Tenho um carinho muito especial por essa cidade. Ela é bem pequena, mas é linda! Parece  que estamos em um país desenvolvido, mas dentro de São Paulo. 
As ruas são largas, sem buracos e arborizadas. Não tem lixo no chão. Os carros já paravam na faixa para os pedestres passarem antes de ser lei. 
Nós morávamos em uma vila, então o portão ficava sempre aberto, e mesmo assim, eu deixava a porta e janelas abertas o dia inteiro (e às vezes a noite também), nunca houve problemas de assalto.


A cidade faz tanto calor, mas tanto calor, que os moradores brincam que seu nome é Santa Fé do Sol! 

Do que sentirei mais saudades:

  • Da minha amiga e vizinha japa Priscila, que me ensinou a tomar tereré todos os dias (bebida tipo chimarrão, feita com mate, mas com suco de limão e água bem gelada), que era minha grande parceira para todas as ocasiões - ela sabe quais! :) 
Essa foto foi no jogo do Santa Fé

  • Do pôr do Sol mais lindo que já vi, com os pares de araras lindas e coloridas voando na nossa cabeça e cantando! Demais! 
Essa foto eu que tirei, viu! Foi difícil mas consegui! rs
  • Caminhar às 7h da manhã e sentir o ar puro, o vento fresco e caminhar pelo lindo parque perto de casa. E quando eu tinha sorte conseguia encontrar um tucano!! Sério!
Mammy no parque do tucano
  • Ter aquela vida de interior, sabe? Não pegar trânsito para ir e voltar do trabalho e assim chegar cedo em casa. Passear nas lojas do centro da cidade no sábado de manhã, tomar sorvete na sorveteria (deliciosa) no sábado a noite, conversar com os amigos na praça, juntar com os amigos nos barzinhos, pizzarias (detalhe: em muitos lugares, as mesinhas ficam nas calçadas, bem legal)... Ah, tem uma praça que tem um barzinho com umas mesinhas e nos fins de semana eles colocavam telões, então o pessoal se juntava para ver jogos de futebol. Muito bom!
Telefones temáticos - não são fofos? :)

  • Passear no Parque das Águas Claras. Vou falar sobre o parque no meu próximo post (cenas do próximo capítulo rs)
Parque das Águas Claras
  • Os jogos do Santa Fé. Sem dúvida esse era um dos entretenimentos do pessoal da cidade. Lá (diferente de muitos jogos de futsal em São Paulo), o jogo era cobrado, e mesmo assim o ginásio ficava lotado. Os torcedores levavam muito a sério, os jogadores treinavam duro, a equipe era forte! Uma pena que o time acabou.
Equipe de 2008

  • Ainda estou falando das saudades, não é? Não posso fugir tanto... rs... Saudades da Feira noturna. Daquela feira de rua igual em São Paulo, de legumes, frutas e pastel, mas lá é a noite (será que é por causa do calor?). Lá era muito bom porque era direto do produtor, afinal, a cidade era ao lado do campo! E era tudo bem baratinho, se comparado a São Paulo (se comparado ao Japão, então, era de graça! haha). Saudades do papaya docinho por R$ 1,00... hummm... 
  •  Saudade do sorvete de leite ninho :)
  • Saudade de pegar manga no pé, na estrada que vai para Rubinéia (cidade vizinha)

  • Saudade do restaurante do peixe, em Rubinéia, ao ar livre, em frente ao rio, com música sertaneja ao vivo.



  • Não podemos esquecer que essa cidade é uma Estância Turística, então eles estão bem preparados para receber os turistas. E tem muita gente da região que vai para lá para descansar nas férias e feriados. Não só de cidades grandes do interior como da Grande São Paulo também. Muita gente tem casa lá, outros ficam na casa de amigos, ficam em hotéis ou alugam um rancho. Rancho é uma casa de campo na beira do rio. E tem vários tipos de ranchos, depende de quanto se paga. Tem dos mais simples até os melhores, com piscina, vários quartos, ar condicionado, churrasqueira, etc. Não é uma delícia? Contato maravilhoso com a natureza, ótimo para as crianças! Pode-se alugar jet ski, pescar, curtir a tranquilidade que a natureza nos oferece. Fica a dica para as próximas férias!



  • Decoração de Natal linda, linda, linda!!! A cidade fica toda decorada, as pessoas vem de longe para ver e tirar fotos. E o mais interessante é que a decoração é feita com materiais recicláveis!  











Viram como Santa Fé é linda? Se puderem conhecer vão adorar!! 
Só tenho boas lembranças! Se deixar fico aqui até amanhã. Isso porque só morei 6 meses, imaginem se fosse mais! risos



Beijinhos e uma ótima semana!! 

Fabiana



4 comentários:

  1. Humm que delícia Fa!
    vai para minha wish list de viagens.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, Clau! Essa está pertinho!
      beijinhos

      Excluir
  2. otoniel eu jostaria muito de i mora em santa fes do sul
    mais eu mao conhenco nada air sera muito defico alugar tres combro com garaje

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Otoniel! Infelizmente não conheço nenhum lugar para indicar, mas te desejo boa sorte! :)

      Excluir